JANAÚBA - MINAS GERAIS

SITE COM NOTÍCIAS DE JANAÚBA E DOS DEMAIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DA SERRA GERAL, NO NORTE DE MINAS.

DATA

Pesquisar este blog

INFORME

INFORME PUBLICITÁRIO

quarta-feira, 17 de julho de 2019

SERVIDORES DECIDEM, EM ASSEMBLÉIA, INTERROMPER A GREVE DESDE QUE A ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA DE JANAÚBA MANTENHA A JORNADA DIÁRIA DE 6H DOS GARIS

  • Categoria pede que a equipe do atual prefeito seja ágil quanto ao adicional de insalubridade e ao plano de cargo e salário 
  • Vereadores se comprometeram a pedir ao prefeito para não cortar o ponto dos grevistas 
  • Diretoria do Sindijana irá apresentar as propostas dos grevistas ao secretário de administração, amanhã, quinta-feira, dia 18 
Foto Feserp
Momento em que os servidores decidem, por aclamação, retornar ao trabalho amanhã, quinta-feira, dia 18, desde que a jornada de trabalho diária de 6h seja mantida.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os servidores da Prefeitura de Janaúba encerram o décimo dia de paralisação das atividades com propostas que buscam o entendimento com a administração e, sendo assim, poderão interromper a greve. Eles decidiram em assembleia na tarde desta quarta-feira, dia 17 de julho, em voltar ao serviço. Contudo, aguardam o posicionamento da prefeitura quanto ao atendimento de algumas reivindicações.
A assembleia foi na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana), entidade que representa os funcionários da Prefeitura de Janaúba há quase 30 anos. O pessoal que atua na limpeza pública concordou em suspender a greve iniciada no dia 8 deste mês desde que continue trabalhando 6 horas diariamente e perfazendo a jornada de 36 horas semanais. Alguns vereadores estiveram na assembleia e decidiram em apoiar o movimento grevista e se prontificaram a aprovar projeto que assegure a carga horária de 6h diárias para a função de garis.
Com apoio dos vereadores, os servidores grevistas propõem à administração a não cortar o ponto dos funcionários que estavam ou estejam participando desse movimento de paralisação. A diretoria do Sindijana e representantes dos garis deverão se reunir com o secretário municipal de Administração, Fazenda e Recursos Humanos amanhã, quinta-feira, dia 18 de julho, às 11h, para apresentar as propostas aprovadas na assembleia desta quarta-feira.
Além da jornada de trabalho de 6 horas por dia do pessoal da limpeza pública, o movimento também irá solicitar da atual administração o comprometimento quanto ao pagamento o mais breve possível do adicional de insalubridade e que seja ágil no encaminhamento do Plano de Cargo e Salário do funcionalismo público para apreciação e votação pelos vereadores.

PREFEITURA DE JANAÚBA E SERVIDORES NÃO CHEGAM AO ACORDO E GREVE CONTINUA: HOJE, ÀS 14H, HAVERÁ ASSEMBLEIA GERAL NA SEDE DO SINDICATO DOS SERVIDORES

  • Servidora relata no Ministério Público do Trabalho que limpa as ruas de Janaúba com vassoura com apenas dois “taliscos”, fibras
  • Na audiência, em Montes Claros, assessoria da Prefeitura de Janaúba alegou, preliminarmente, a ilegitimidade do sindicato que representa os servidores há quase 30 anos
  • Advogada do Sindijana menciona que a entidade foi criada em 1989, tem CNPJ, atas e procurações dos servidores com relação à greve em vigência 
  • Servidores de Janaúba querem o adicional de insalubridade e o município (prefeitura) reconhece a falta de perícia médica competente para definir o grau de insalubridade 
  • Ministério Público do Trabalho determina que a administração comprove a entrega, em 2018 e 2019, de EPIs aos garis da Prefeitura de Janaúba
Foto Oliveira Júnior
Em greve há 10 dias, servidores da Prefeitura de Janaúba farão uma assembleia na tarde desta quarta-feira, dia 17 de julho. Na segunda-feira, dia 15, eles protestaram com mordaça (pano preto no rosto) durante reunião extraordinária na Câmara de Vereadores de Janaúba. 

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – O impasse continua. A greve também. Os representantes da Prefeitura de Janaúba e dos servidores públicos municipais não chegaram ao acordo em audiência de mediação realizada na tarde de ontem, terça-feira, dia 16 de julho, no Ministério Público do Trabalho, na cidade de Montes Claros. A audiência aconteceu a pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana).
Hoje, quarta-feira, 17, completam 10 dias que os funcionários da administração pública municipal, a maioria o pessoal da limpeza, estão com as atividades paralisadas por melhores condições salariais e de trabalho. Diante do empecilho para um entendimento, logo mais às 14h desta quarta-feira haverá uma assembleia geral dos grevistas na sede do Sindijana. Será mais um ato público dos servidores bem próximo ao gabinete do prefeito. A presidente do Sindijana, Marilea Barbosa Ribeiro, comunicará oficialmente aos servidores sobre a audiência de mediação e quais os procedimentos a serem adotados pela entidade, é claro, desde que haja o consentimento em assembleia.
QUEM ESTEVE NA AUDIÊNCIA
Na audiência de mediação ocorrida ontem no Ministério Público do Trabalho, o funcionalismo público foi representado pela presidente Marilea Barbosa e pela assessora jurídica do Sindijana, Patrícia Santos Dutra, e ainda pelo presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Municipais de Minas Gerais (Feserp Minas), Cosme Ricardo Gomes Nogueira. A servidora pública Sirleide Silveira Santos também se fez presente na condição de representante dos garis e do pessoal da limpeza.
Ata da audiência de mediação entre representantes da Prefeitura de Janaúba e dos servidores públicos municipais no Ministério Público do Trabalho, em Montes Claros, no dia 16 de julho de 2019.

Pela administração municipal a representação ficou por conta do secretário municipal de Administração, Fazenda e Recursos Humanos, Alvimar Alves Cardoso Filho, e pela procuradora do município Fabíola Barros de Queiroz. A audiência foi coordenada pelo Procurador do Trabalho Túlio Mota Alvarenga.
Na pauta de reivindicação dos funcionários consta a necessidade de o município repassar equipamentos de proteção individual (EPIs) para os garis e pessoal da limpeza pública. Houve a citação de que recentemente uma servidora foi designada para atuar na coleta motorizada e a mesma não tinha luvas para recolher e depositar o lixo no caminhão, e que, posteriormente, a referida funcionária foi quem adquiriu o EPI por conta própria.
GARI SOLICITA, MAS NÃO RECEBE NOVA VASSOURA
Há 11 anos prestando serviço pela prefeitura, Sirleide Silveira relatou na audiência pública a diferenciação na concessão de EPIs para funcionários que atuam na varredura de ruas e na coleta de lixo. Alegando que o repasse de capa chuva tem sido apenas para o pessoal da equipe de caminhão de recolhimento de lixo, Sirleide contou que também o pedido por vassouras em condições de uso tem sido negado. A representante dos garis disse na audiência “que já varreu ruas com uma vassoura com apenas “dois taliscos (fibras)”, e que ao requerer uma nova, não recebeu”. Foi dito na audiência no MPT que a administração dá preferência à limpeza no centro da cidade, deixando os bairros desassistidos.
Ata da audiência de mediação entre representantes da Prefeitura de Janaúba e dos servidores públicos municipais no Ministério Público do Trabalho, em Montes Claros, no dia 16 de julho de 2019.

SECRETÁRIO ALEGA QUE ADMINISTRAÇÃO ENTREGA EPIs
Na audiência de mediação ocorrida ontem, o secretário de Administração alegou que não reconhece a greve e nem o motivo para a referida paralisação das atividades, uma vez que, segundo ele, os EPIs são devidamente entregues, podendo haver questões pontuais. A representação do prefeito alegou que o município estar aberto à regularização de questões pontuais. Sobre o adicional de insalubridade requerido pelos servidores, foi dito pela representação da prefeitura na audiência de que “o município reconhece a falta de perícia médica competente para definir o grau de insalubridade”. Com relação a isso, a atual administração informou na audiência de mediação que está providenciando uma nova licitação, prevista para agosto deste ano, visando a contratação de médico do trabalho para realizar os levantamentos ambientais.
PROPOSTA SEM VIABILIDADE
Os assessores da atual administração se posicionaram pela inviabilidade, no momento, da proposta de manter a carga horária de 36 horas semanais dos garis até que sejam resolvidas as pendências da pauta de reivindicações dos servidores, tais como a entrega de EPIs, vale transporte e adicional de insalubridade.
Ata da audiência de mediação entre representantes da Prefeitura de Janaúba e dos servidores públicos municipais no Ministério Público do Trabalho, em Montes Claros, no dia 16 de julho de 2019.

MINISTÉRIO PÚBLICO SOLICITA DOCUMENTOS À PREFEITIRA
Devido a essa falta de acordo entre as partes, o Procurador do Ministério do Trabalho determinou que a prefeitura, num prazo de 20 dias, apresente ao MPT cópias das fichas de entrega dos equipamentos de proteção individual (EPIs) aos respetivos servidores em 2018 e 2019. A atual administração terá que apresentar a relação de servidores, com a funcionalidade e data de admissão, vinculados à Secretaria Municipal de Obras.
O Ministério Público do Trabalho também determinou que a Prefeitura de Janaúba comprove documentalmente sobre o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT) em relação aos servidores com prestação de serviço atribuída pela Secretaria de Obras deste município.
LEGAL OU ILEGAL?
A audiência de mediação teve duração de quase duas horas. Houve momento em que a divergência foi mais acentuada. Isso se deu quando a representação da Prefeitura mencionou, pelo menos é o que consta na ata da audiência, que “o município de Janaúba alegou, preliminarmente, a ilegitimidade do sindicato”. Por sua vez, a advogada Patrícia Dutra, assessora jurídica do Sindijana, afirmou que o Sindicato em 1989 (quase 30 anos atrás). Ela (Patrícia) mencionou também “que o sindicato colheu assinaturas individuais de procuração dos trabalhadores para deflagração da greve, provocação do MPT (Ministério Público do Trabalho) e ajuizamento de ação judicial se necessário”.
Quanto à colocação da representação da prefeitura de que o referido sindicato não seja registrado no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a assessora do Sindijana frisou que o sindicato foi instituído em 1989, contudo não fez um recadastramento em 2005. “Mas, que o processo ainda está em curso”, explicou a assessora.
Ata da audiência de mediação entre representantes da Prefeitura de Janaúba e dos servidores públicos municipais no Ministério Público do Trabalho, em Montes Claros, no dia 16 de julho de 2019.

SINDICATO DOS SERVIDORES OU “ASSOCIAÇÃO DE TRABALHADORES”?
O presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Municipais de Minas Gerais, Cosme Ricardo Gomes Nogueira, declarou na audiência de mediação que a legislação determina que nos locais onde não haja o sindicato devidamente constituído, a Feserp pode representar os servidores. Nessa audiência no MPT, em Montes Claros, com representantes da prefeitura de Janaúba e dos funcionários, Cosme Nogueira lembrou que um ano atrás (em julho de 2018), diante da greve dos servidores, por coincidência das mesmas categorias que estão com as atividades paralisadas em julho de 2019, foi feito um acordo com o prefeito (o mesmo na atualidade) com intermédio da Feserp e vereadores, e também do Sindijana, pelo fim da greve, “sendo que naquela ocasião, a legitimidade do sindicato (Sindijana) jamais foi questionada”.
Na audiência de mediação de ontem, terça-feira, 16 de julho, foi registrado que o município de Janaúba (a prefeitura) reconhece o sindicato apenas como “associação de trabalhadores”, mas que o mesmo não tem competência de atuação judicial devido à falta de registro competente. Na ata da audiência consta que, pelo posicionamento dos representantes da atual administração, “que há decisão judicial reconhecendo que os trabalhadores de (prefeitura de) Janaúba seriam representados pela Fersempre”.
Caso não haja nenhum entendimento entre as partes, é bem provável que ocorra nova audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho na segunda quinzena de agosto.

FILHO MORRE E PAI FICA FERIDO EM COLISÃO DE CARRETA E CARRO NA BR-122, ENTRE PORTEIRINHA E MATO VERDE

Foto CB
Situação do carro em que viajavam pai e filho, este morreu na colisão ocorrida na BR-122, no Norte de Minas, dia 16 de julho de 2019.

PORTEIRINHA (por Oliveira Júnior) – Uma colisão trágica entre um automóvel e uma carreta causa a morte de um motorista e ferimentos no passageiro na rodovia BR-122, na noite dessa terça-feira, dia 16 de julho. As duas vítimas estavam no mesmo veículo que transitava no sentido de Mato Verde para Porteirinha.
O acidente foi no km 110 da BR-122 próximo ao acesso para a comunidade de Serra Branca, município de Porteirinha. Nesse local teve a colisão entre uma carreta que seguia com destino ao município de Brumado, no estado da Bahia, e um carro com placa de Panamirim, Bahia.
Equipes do Samu de Porteirinha e do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Janaúba socorreram a vítima Antônio Francisco da Conceição, 56 anos, que era passageiro do carro. Ele teve fratura exposta no membro superior e ferimentos na cabeça e pelo corpo. Os socorristas do Samu encaminharam Antônio Francisco para o pronto socorro do Hospital Regional na cidade de Janaúba.
O motorista do carro, Aleandro Francisco da Purificação, 35 anos, morreu no local em consequência da batida. Ele ficou preso nas ferragens e sendo necessário que a equipe do Corpo de Bombeiros procedesse a retirada do corpo o qual, em seguida, foi liberado pela perícia da Polícia Civil. Aleandro é filho de Antônio Francisco.
O trânsito na rodovia ficou interditado no momento do socorro ao passageiro e na retirada do corpo do motorista. A Polícia Rodoviária auxiliou na sinalização e no atendimento à ocorrência. O condutor não teve ferimentos. Levantamentos preliminares apontam que o motorista da carreta perdeu o controle no momento em que acionou o sistema de freio diante da aproximação de um redutor de velocidade (quebra-molas) na pista e vindo a colidir com o automóvel que seguia em sentido oposto.

segunda-feira, 15 de julho de 2019

SERVIDORES DA PREFEITURA DE JANAÚBA EM GREVE USAM “MORDAÇA” PARA PROTESTAR CONTRA A DEMORA DO ENVIO AOS VEREADORES DO PLANO DE CARGO E SALÁRIO DA CATEGORIA

  • Com as bocas tapadas por pano preto, grevistas buscam apoio dos vereadores para pressionar o prefeito a ouvir os garis, auxiliares de limpeza e outros servidores públicos municipais 
  • Grevistas e administração de Janaúba vão se confrontar amanhã, terça-feira, dia 16, em Montes Claros, durante audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho, a pedido do sindicato que representa os servidores da Prefeitura de Janaúba
Foto Oliveira Júnior
Com pano preto na boca, servidores da Prefeitura de Janaúba em greve fizeram protesto silencioso em reunião extraordinária da Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira, 15 de julho de 2019.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Nesta segunda-feira, 15 de julho, oitavo dia da greve, parte dos servidores da Prefeitura de Janaúba que estão com as atividades paralisadas ocupou o plenário principal da Câmara Municipal com um ato inusitado e que mostra a indignação do funcionalismo diante da inércia do executivo municipal em atender as demandas e buscar o entendimento com a categoria. Os manifestantes estavam com “mordaças” num claro recado de protesto contra a atual administração da prefeitura pela demora em enviar o plano de cargo e salário do funcionalismo ao legislativo local.
Na semana passada foram três atos públicos, inclusive com a varredura e recolhimento de lixo pelo centro da cidade e depois, em atitude irônica, colocaram o lixo ensacado na porta da prefeitura, abaixo do gabinete do prefeito. A revolta dos garis é diante de uma colocação da administração de que a insuficiência da limpeza nas ruas seja culpa dos funcionários da limpeza. A categoria contesta e cita que a varredura, às vezes, não é feita a contento diante das precárias condições de trabalho.
SERVIDORES PROTESTAM NA CÂMARA COM MORDAÇAS
Aproveitando que os vereadores suspenderam o recesso parlamentar iniciado no dia 1º de julho e reuniriam na tarde desta segunda-feira, dia 15, para votar projetos de lei autorizativos para que o prefeito esteja apto a contrair empréstimos no valor total de R$ 3 milhões, os grevistas foram à Câmara nesta tarde. Pelo menos 90% do público no plenário eram de funcionários em greve. A maioria dos assessores de primeiro escalão (secretários) da atual administrativo também se fez presente nessa reunião extraordinária, convocada às pressas.
Com uma faixa na qual consta a pauta de reivindicações do funcionalismo público do município, dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana) e os trabalhadores que estão com atividades paralisadas usaram “mordaças”, com pano preto tapando a boca. Foi uma atitude de “luto” e de silêncio, nesse caso para cumprir normas da Câmara durante reunião em plenário.
O movimento grevista busca o apoio dos vereadores no que tange a convencer a atual administração a dialogar com a categoria e também cumprir o compromisso firmado no acordo feito há um ano justamente para encerrar uma greve em julho de 2018.
AS REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES
Além dos garis e outros profissionais da limpeza pública, estão em greve os auxiliares de serviços gerais – isso implica em dizer que em algumas escolas a limpeza tem sido afetada e a mesma é realizada pelos diretores. Também aderiram à paralisação os funcionários que atuam como motorista, monitor de ônibus, engenheiro, dentre outros. A qualquer momento os professores poderão paralisar as atividades.
Mesmo com algumas conquistas já obtidas durante a greve, tais como a homologação do concurso público de 2016 e alteração no procedimento para a concessão de licença de saúde, o movimento de paralisação continua. Isso porque os servidores querem a solução quanto à carga horária de trabalho, fornecimento de EPIs, plano de cargos e salários, insalubridade, junta médica no mesmo local e o imediato aumento salarial de 5% que deveriam ter sido aplicados em novembro de 2018.
SERVIDORES X ADMINISTRAÇÃO, NO MINISTÉRIO PÚBLICO
Hoje, segunda-feira, dia 15 de julho, completam oito dias que os servidores públicos da Prefeitura de Janaúba paralisaram as atividades. E até o presente momento a atual administração não manifestou pelo entendimento para atender as reivindicações e, sendo assim, encerrar a greve. Diante do impasse, o Ministério Público do Trabalho acolheu o pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana) e marcou audiência de mediação para amanhã, terça-feira, dia 16, na cidade de Montes Claros.
Em notificação encaminhada ao Sindijana com data de quinta-feira, dia 11, o Procurador do Trabalho Túlio Mota Alvarenga informa que a audiência de mediação será às 14h desta terça-feira, 16, em Montes Claros, visando os direitos sociais constitucionalmente assegurados aos trabalhadores.

VEREADORES SUSPENDEM RECESSO, APROVAM O CRÉDITO SUPLEMENTAR DE R$ 6,2 MILHÕES SOLICITADO PELA PREFEITURA E ADIAM VOTAÇÃO DOS EMPRÉSTIMOS DE R$ 3 MILHÕES PEDIDOS PELO PREFEITO

  • Crédito suplementar adicional de R$ 6,2 milhões é sobre o orçamento de 2019 da Prefeitura de Janaúba 
  • Empréstimos de R$ 3 milhões poderão ser pagos em até 7 anos e meio, mas dívida começará a ser paga pelo próximo prefeito 
Foto Oliveira Júnior
Em recesso parlamentar, vereadores comparecem à reunião extraordinária para votar projetos de lei de crédito suplementar e de empréstimos solicitados pelo prefeito.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Diante da maior parte dos secretários municipais e de servidores da Prefeitura de Janaúba em greve, os vereadores decidiram não votar os dois projetos de lei referentes ao empréstimo de R$ 3 milhões que a atual administração do executivo municipal pretende junto ao Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG), órgão do governo estadual. A reunião foi na tarde desta segunda-feira, dia 15 de julho.
Em contrapartida, houve a aprovação por unanimidade da autorização de crédito suplementar adicional no orçamento deste ano da Prefeitura valor de R$ 6,2 milhões solicitados pelo prefeito. Dos 15 vereadores, dois não estavam no plenário durante essa votação: o vereador Sérgio Coelho (DEM) e o vereador José Luiz Pereira dos Santos (PMN), que chegou pouco tempo depois. Sérgio não compareceu por se encontrar em viagem previamente comunicada muito antes da convocação dessa reunião extraordinária.
Antes da tramitação dos dois projetos de lei assinado pelo prefeito dia 3 de julho, quarta-feira da semana passada, e encaminhado à Câmara Municipal na semana que iniciou o recesso parlamentar, conforme determina o regimento interno do legislativo, o presidente da mesa diretora da Câmara, Walter Percídio de Jesus (PTB), indeferiu o ofício apresentado pelo vereador Jorge Luís dos Santos (MDB) solicitando o adiamento da votação dos três projetos de lei através dos quais o prefeito solicita autorização para a abertura de crédito suplementar adicional no valor de R$ 6,2 milhões e para contrair o empréstimo no total de R$ 3 milhões para ser pago em até 90 meses (sete anos e meio), com carência de um ano e meio, ou seja, de acordo com alguns vereadores, o empréstimo começará a ser pago pelo próximo prefeito.
Mesmo com os argumentos do vereador Jorge Santos de que não teve acesso aos projetos de lei, que não assinou a convocação para a referida reunião extraordinária e teve conhecimento da suspensão do recesso parlamentar para essa reunião via mensagem de aplicativo o qual teve dificuldade para verificar por se encontrar na zona rural, o presidente da Câmara recusou o pedido de adiamento.
Os dois projetos de lei que autorizam o empréstimo de R$ 1,5 milhão em cada foram tramitados, no entanto a discussão e a posterior votação das proposições foram prejudicadas devido a falta de parecer por parte da Comissão de Serviço Público, uma vez que dois dos três vereadores dessa comissão não compareceram à reunião para emitir o parecer.
O presidente da Câmara chegou a anunciar nova reunião extraordinária para a tarde da próxima sexta-feira, dia 19. Contudo, desmarcou e aguarda posicionamento da Comissão de Serviço Público quanto ao parecer correspondente aos dois projetos de lei que poderão permitir ao prefeito contrair empréstimo no valor total de R$ 3 milhões junto ao BDMG. Os vereadores da Comissão de Serviço Público concordaram em analisar os projetos de lei ainda nesta segunda-feira. Ainda não há definição de data de reunião extraordinária a qual poderá acontecer mediante convocação feita, no mínimo, 48 horas antes dessa reunião. Isso implica em dizer que o reencontro dos vereadores poderá ser de quinta-feira, dia 18, em diante.

domingo, 14 de julho de 2019

ADEUS, TIA ZUÍNA MEIRA ALVES

Foto álbum de família
Jesuína Meira Alves, Zuína.
  • A rua Francisco Sá, em Janaúba, perde sua ilustre e antiga moradora: Jeusína Meira Alves
Ao amanhecer deste domingo, 14 de julho, a estimada Jesuína Meira Alves partiu eternamente. Morre a minha Tia Zuína, como a chamamos sempre. São e serão inúmeras palavras para definir essa pessoa especial. Zuína, uma mulher de fibra e autêntica guerreira que superou muitas batalhas. Foram diversas e difíceis barreiras ao longo da sua vida e nem por isso ela se considerava vencida. Foi em frente. Cuidou dos filhos, principalmente após o passamento do esposo Salvador Alves, 28 anos atrás. Antes e após a partida eterna do companheiro, Zuína também se dispôs atenção especial aos saudosos pais Vicente Meira e Onorica Gomes Meira. Disponibilizou todo o seu afeto aos filhos Camilo, Demar, Betinha, Gilmar, Deguinha, Nete, Mosa, Toni e Jarbas. Mesmo que a maioria dos filhos tenha que residir em outras cidades, regiões e estado, dona Zuína se manteve firme e se esforçou para ajuda-los a superar os obstáculos. A distância quilométrica era substituída pelo incondicional apoio materno que se estendeu no auxílio presencial ou não na criação dos netos, bisnetos. E a porta do lar de Tia Zuína sempre esteve aberta para receber os filhos e netos, assim como os irmãos, sobrinhos e amigos. Zuína, uma pessoa simples, humilde e bondosa.
Ela carregava consigo a garra e a esperança, características absorvidas da junção de um baiano, o pai Vicente Meira, e de uma mineira, a mãe Onorica Gomes com raízes fincadas em Riacho dos Machados, e dessa união vieira Zuína e os irmãos Maria Meira, Vilda, Wilson, Liô, Nenzinho, Totone e Orminda Clarice, a tia Sici. Esses oito irmãos mantinham o gesto de união.
Neste domingo, dia 14 de julho, Jesuína finaliza a sua missão presencial cá entre nós. Ela segue agora o trajeto eterno pelo qual os irmãos Vilda, Nenzinho, Maria, Sici e Totone caminharam. O mesmo aconteceu com Salvador, companheiro de Zuína.
Momento de despedida na família Meira, a qual mantém aqui os irmãos Leolina Miguel Meira (Liô) e Wilson Meira e vários descendentes de Onorica Gomes Meira e Vicente Meira.
Jesuína Alves Meira, minha Tia Zuína. Nossa eterna gratidão por inúmeras vezes nos acolher, eu e meus irmãos, em momentos de amargura e de alegria, sim, digo isso porque fui um dos “invasores” da casa e do quintal dos tios Salvador e Zuína na infância e adolescência, pois ficava lá brincando com os primos e amigos. Dessa forma também os meus irmãos fizeram. O ambiente era uma extensão de casa, principalmente após o falecimento da minha mãe, Vilda, irmã de Tia Zuína. Com isso, as tias Zuína, Liô, Maria e Sici e os tios Totone, Nenzinho e Wilson ajudaram a nos criar.
Hoje, nos despedimos eternamente da Tia Zuína. A rua Francisco Sá, em Janaúba, perde a sua ilustre e antiga moradora.
Muito obrigado, Tia Zuína, pelos ensinamentos!

Adeus, Jesuína Meira Alves.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

MATIAS CARDOSO GANHA SETOR DE IDENTIFICAÇÃO ATRAVÉS DA PARCERIA ENTRE PREFEITURA E POLÍCIA CIVIL

  • Moradores não precisarão ir para outra cidade requerer a carteira de identidade
Foto divulgação
Prefeito Edmárcio Leal, em pronunciamento, delegado regional da PC, Renato Nunes Henriques; vice-prefeito Cícero Cordeiro; presidente da Câmara de Vereadores, Rafael do Lajedão; e o Sargento PM Adenilson: inauguração do setor de emissão de carteira de identidade em Matias Cardoso.

MATIAS CARDOSO (por Oliveira Júnior) – Inaugurado nesta sexta-feira, dia 12 de julho, na cidade de Matias Cardoso, o setor de identificação da Polícia Civil. Nesse setor haverá a prestação de serviço referente à identificação civil, ou seja, emissão da carteira de identidade. Ganha a comunidade, pois assim o cidadão de Matias Cardoso não precisará se deslocar até outra cidade para requerer esse documento.
O delegado regional Renato Nunes Henriques, da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Janaúba, e o prefeito de Matias Cardoso, Edmárcio de Moura Leal, participaram do ato solene de inauguração do setor de identificação. O vice-prefeito Cícero Cordeiro; o presidente da Câmara Municipal, vereador Anderson Rafael de Carvalho, o Rafael do Lajedão; e o Sargento Adenilson, do Destacamento da Polícia Militar de Matias Cardoso, e outras autoridades, dentre elas vereadores, também prestigiaram o evento.
“É uma felicidade imensa ver nossa cidade crescendo e evoluindo de uma forma transparente e eficiente de nossos gestores. Parabéns a nosso prefeito Edmárcio e toda equipe da administração”, cita a moradora Cléia Costa diante da instalação do setor de identificação.
A instituição e funcionamento do setor de identificação civil nesta cidade é concretizada diante da parceria da Prefeitura de Matias Cardoso e o Governo do Estado, nesse caso representado pela Polícia Civil de Minas Gerais. “Satisfação em trabalhar para atender as pessoas que realmente precisam”, declarou o prefeito Edmárcio Leal durante a inauguração do órgão que também foi solicitado pela Câmara Municipal visando atender o anseio da população. O delegado regional Renato Nunes destacou que com o setor de identificação a PC amplia mais ainda a sua prestação de serviço junto à comunidade de Matias Cardoso.
Além do setor de identificação civil para a emissão de carteira de identidade, a cidade de Matias Cardoso já conta com setores no que tange ao alistamento militar, retirada de carteira de trabalho e cadastros no Incra. São prestações de serviços disponibilizados ao público pela parceria entre a Prefeitura de Matias Cardoso e os órgãos governamentais.

SINDICATO DOS SERVIDORES RECORRE AO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PARA QUE A PREFEITURA DE JANAÚBA CUMPRA OS DIREITOS DOS FUNCIONÁRIOS

  • NA TERÇA-FEIRA, DIA 16, ÀS 14H, TERÁ AUDIÊNCIA DE MEDIAÇÃO NO MP DO TRABALHO, EM MONTES CLAROS, A PEDIDO DO SINDIJANA
  • GREVE CONTINUA E HAVERÁ NOVO PROTESTO EM SEGUNDA-FEIRA, DIA 15, EM FRENTE À PREFEITURA DE JANAÚBA 
  • SERVIDORES TAMBÉM FARÃO MANIFESTO EM FRENTE À CÂMARA DE VEREADORES NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 15, DURANTE REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA PARA APROVAÇÃO DE EMPRÉSTIMO DE R$ 3 MILHÕES SOLICITADO PELO PREFEITO

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Hoje, sexta-feira, 12 de julho, completam cinco dias que os servidores públicos da Prefeitura de Janaúba paralisaram as atividades. E até o presente momento a atual administração não manifestou pelo entendimento para atender as reivindicações e, sendo assim, encerrar a greve. Diante do impasse, o Ministério Público do Trabalho acolheu o pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana) e marcou audiência de mediação para a próxima terça-feira, dia 16, na cidade de Montes Claros.
Em notificação encaminhada ao Sindijana com data dessa quinta-feira, dia 11, o Procurador do Trabalho Túlio Mota Alvarenga informa que a audiência de mediação será às 14h de terça-feira, 16, em Montes Claros, visando os direitos sociais constitucionalmente assegurados aos trabalhadores. “Solicitamos ao Ministério Público do Trabalho por ação que possibilite atender constitucionalmente as reivindicações dos servidores públicos”, comentou Marilea Barbosa Ribeiro, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana).
Além da audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho, em Montes Claros, na terça-feira, dia 16, o Sindijana e os funcionários grevistas farão novo protesto na segunda, 15, à tarde. O ato público será às 15h em frente à Prefeitura de Janaúba, de onde os servidores seguirão em caminhada até à Câmara Municipal, uma vez que nesse dia, às 16h, haverá reunião extraordinária dos vereadores.
Apesar do recesso parlamentar iniciado no dia 1º de julho, a mesa diretora do legislativo convocou os vereadores para uma reunião extraordinária marcada por solicitação do prefeito objetivando a apreciação e votação de dois projetos de leis através do quais o atual ocupante do executivo municipal recorrerá a empréstimo de R$ 3 milhões junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para aquisição de máquinas, equipamentos, veículos e outras ações.
O fato é que esses empréstimos poderão ser pagos em até 9 anos, iniciando o pagamento após o mandato do atual prefeito e com desconto mensal no recurso do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que basicamente é utilizado para pagar a folha salarial do funcionalismo.
AS REIVINDICAÇÕES DOS SERVIDORES
Os servidores da Prefeitura de Janaúba realizaram ontem, quinta-feira, dia 11, às 15h, protesto em frente ao gabinete do prefeito. Durante a semana ocorreram manifestos pelo centro da cidade, inclusive com a varredura de vias públicas e as sacolas com lixo sendo depositadas em frente à prefeitura, em ato irônico.
Além dos garis e outros profissionais da limpeza pública, estão em greve os auxiliares de serviços gerais – isso implica em dizer que em algumas escolas a limpeza tem sido afetada e a mesma é realizada pelos diretores. Também aderiram à paralisação os funcionários que atuam como motorista, monitor de ônibus, engenheiro, dentre outros. A qualquer momento os professores poderão paralisar as atividades.
Mesmo com algumas conquistas já obtidas durante a greve, tais como a homologação do concurso público de 2016 e alteração no procedimento para a concessão de licença de saúde, o movimento de paralisação continua. Isso porque os servidores querem a solução quanto à carga horária de trabalho, fornecimento de EPIs, plano de cargos e salários, insalubridade, junta médica no mesmo local e o imediato aumento salarial de 5% que deveriam ter sido aplicados em novembro de 2018.

COBRANÇAS DOS PRODUTORES RURAIS DURANTE A 38ª EXPÔJANAÚBA 2019 COMEÇAM A SURTIREM EFEITOS: GOVERNO E BANCOS AGEM PARA SEREM MENOS BUROCRÁTICOS

Foto Paulo e Galego
Presidente da Faemg, Roberto Simões, recebe do presidente do Sindicato Rural de Janaúba e da Aspronorte, José Aparecido Mendes, e da presidente da Abanorte (Associação dos Fruticultores do Norte de Minas), Nilde Antunes, as reivindicações dos produtores rurais.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – As reivindicações dos produtores rurais do Norte de Minas, nesse caso representados pelo presidente do Sindicato Rural de Janaúba, José Aparecido Mendes Santos, durante a 38ª ExpôJanaúba, começam a surtirem efeitos positivos. Nesta semana, instituições financeiras e governamentais deram sinal positivo no que tange a pôr fim às dificuldades enfrentadas pelo homem do campo.
Durante a abertura da 38ª ExpôJanaúba, dia 31 de maio, o presidente do Sindicato Rural, José Aparecido Mendes, teria cobrado dos governos procedimentos que facilitem o acesso dos produtores às linhas de financiamento, assim como nas renegociações de dívidas rurais. Outra reivindicação foi a desburocratização na liberação de licenças ambientais que, em alguns casos, fazem com que o produtor tenha que aguardar por até 8 anos para obter a liberação. Isso, na maioria das vezes, vem inviabilizando a produção agrícola.


FAEMG REFORÇA OS PEDIDOS
O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), Roberto Simões, que veio prestigiar a 38ª ExpôJanaúba, se prontificou a reforçar os pedidos dos produtores rurais do Norte de Minas. De posse da plataforma de reivindicações apresentadas por José Aparecido Mendes, o presidente da Faemg acionou a Secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Ana Maria Valetin, e a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Correia da Costa Dias, a se empenharem na solução da demanda dos produtores.


BUROCRACIA: ESPERA DE 2 A 8 ANOS
No dia 2 de julho houve uma reunião governamental e na pauta justamente a solicitação apresentada pelas lideranças ruralistas do Norte de Minas: a desburocratização do setor agrossilvipastoril. Isso porque, até outubro do ano passado os produtores conseguiam financiamento apresentando protocolo de solicitação de outorga de uso de recursos hídricos. Hoje, os bancos estão exigindo a outorga já aprovada por órgãos ambientais do Estado. O problema é que a definição da concessão, ou não, está demorando de 2 a 8 anos.


Diante da reivindicação da classe rural de Janaúba e região, a secretária estadual de Agricultura, Ana Maria Valetin, e o secretário estadual de Meio Ambiente, Germano Vieira, estiveram reunidos com o superintendente do Banco do Brasil, Ronaldo Alves de Oliveira. “Mobilizamos o governo de Minas a autorizar o Banco do Brasil e outras instituições bancárias para poder aceitar os protocolos de pedido de outorga de recursos hídricos nos financiamentos de custeio e investimentos, enquanto o governo não liberar as outorgas definitivas”, explicou José Aparecido Mendes, que também é presidente da Associação dos Sindicato dos Produtores Rurais do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha (Aspronorte).
SEM ÁGUA, PRODUÇÃO É AFETADA
Nesse encontro com o superintendente do Banco do Brasil estavam também os deputados estaduais Antônio Carlos Arantes, Ignácio Franco, Luiz Humberto e Coronel Henrique. O deputado Antônio Carlos Arantes, que é produtor rural e vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, vem se empenhando nessa luta dos produtores mineiros.  “Esperamos uma solução imediata para esse entrave no desenvolvimento econômico e social de Minas Gerais, principalmente no Norte do Estado, onde sem água é impossível produzir, pela situação da seca”, comentou José Aparecido.
PEDIDOS COMEÇAM A SER ATENDIDOS
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad) apresentou dados surpreendentes da redução do passivo herdado de licenciamentos e outorgas, bem como o aumento de mais de 1000% do limite de uso insignificante para bacias de preservação de água, o que possibilita a outorga pela internet, em menos de 1 dia.
Sobre o crédito rural, o governo ponderou que a instituição financeira aceite os protocolos de pedidos de outorga, pois claramente demonstra o interesse do produtor em regularizar o uso da água. Foi sugerido Termo de Ajuste de Conduta (TAC) Administrativo, onde os produtores se comprometem, de dois em dois anos, regularizar a situação. O assunto será levado ainda este mês ao conselho do Banco do Brasil, para dizer se aceita ou não.
OUTRAS REIVINDICAÇÕES
Ainda na plataforma de reivindicações que os produtores do Norte de Minas, representados pelo presidente da Aspronorte e do Sindicato Rural de Janaúba, José Aparecido Mendes, apresentaram consta a retomada da obra de tubulação do sistema de irrigação do Gorutuba, a fim de melhorar a produtividade e qualidade da produção.

POLÍCIA CIVIL APREENDE GAROTO DE 15 ANOS ACUSADO DE MATAR JOVEM DE 17 ANOS, EM JANAÚBA

  • Apreensão ocorreu menos de 24 horas após encontrar o corpo da vítima que tinha mãos amarradas 
JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Um garoto de 15 anos se encontra recolhido pelo sistema de defesa social sob a acusação de participação em crime contra a vida. O menor foi localizado e apreendido por agentes da Delegacia de Repreensão aos Crimes de Homicídios, da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Janaúba, na manhã dessa quinta-feira, dia 11 de julho.
De acordo com os investigadores da PC, esse adolescente é suspeito da morte de Vítor Gabriel Lopes de Jesus, 17 anos, encontrado morto na tarde de quarta-feira, dia 10, num mato na região do bairro Isaías Pereira, nesta cidade ( confira AQUI). Menos de 24 horas após a descoberta do corpo da vítima, policiais civis apreenderam o acusado. A polícia ainda não informou a motivação do crime.
O jovem Vítor foi encontrado morto com as mãos amarradas e ainda com perfurações no corpo provenientes de disparos de arma. O garoto de 15 anos será encaminhado para um centro socioeducativo mantido pelo sistema de segurança pública e defesa social.

quarta-feira, 10 de julho de 2019

GREVE DOS SERVIDORES DA PREFEITURA DE JANAÚBA CONTINUA E PODERÁ TER A ADESÃO DOS PROFESSORES

  • UM DOS MOTIVOS DA PARALISAÇÃO É A DECISÃO DA SECRETARIA DE OBRAS EM MUDAR A JORNADA DE TRABALHO DO PESSOAL DA LIMPEZA 
  • GARIS, AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, MOTORISTA E MONITOR DE ÔNIBUS, ENTRE OUTROS SERVIDORES, REIVINDICAM A REVISÃO NO PLANO DE CARGO E SALÁRIO 
  • SINDICATO CONSEGUE CONVENCER O PREFEITO A HOMOLOGAR O CONCURSO PÚBLICO, CUJO RESULTADO FOI DIVULGADO HÁ DOIS ANOS E MEIO 
  • PESSOAL DA LIMPEZA E OUTROS SERVIDORES AGUARDAM HÁ MAIS DE DOIS ANOS PARA TOMAREM POSSE NAS VAGAS CONQUISTADOS NO CONCURSO REALIZADO EM 2016 
  • AMANHÃ, QUINTA-FEIRA, DIA 11, ÀS 15H, TERÁ PROTESTO EM FRENTE À PREFEITURA DE JANAÚBA 
  • FUNCIONÁRIOS REIVINDICAM REAJUSTE SALARIAL DE 5% QUE ERA PREVISTO PARA NOVEMBRO DE 2018, CONFORME ACORDO ASSEGURADO PELA PREFEITURA EM JULHO DO ANO PASSADO 
Foto rede social
Servidores manifestam em frente à Prefeitura de Janaúba por melhores salários e condições de trabalho; eles limpam vias públicas na área central da cidade e depois depositam os sacos com lixo na entrada da sede administrativa da prefeitura.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os servidores públicos municipais pretendem realizar um protesto amanhã, quinta-feira, dia 11 de junho, a partir de 15h, em frente à Prefeitura de Janaúba com a finalidade em sensibilizar a atual administração a dialogar com a categoria e também atender a demanda do funcionalismo. A greve atinge o setor de limpeza de vias públicas, de escolas e outros órgãos públicos, assim como o transporte. O movimento poderá ganhar o reforço dos professores nas próximas horas.
De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana), o apoio do pessoal da Educação é previsto para a próxima segunda-feira, dia 15. Mas, a adesão dos professores pode ser antecipada. Informação do Sindijana é de que até o início da tarde desta quarta-feira, 10, os professores não haviam recebidos a outra parcela do salário referente a junho. Os educadores também reivindicam por outros benefícios.
REAJUSTE SALARIAL ACORDADO E NÃO CUMPRIDO
Entre as reivindicações dos servidores da prefeitura se encontra o aumento de 5% que deveria ter sido concedido em novembro de 2018. Esse percentual corresponde a primeira de três parcelas iguais de reajuste conforme foi assegurado em acordo entre o funcionalismo e a atual administração para encerrar a greve, em julho do ano passado.
Os servidores queriam o aumento de 5% em julho de 2018, 2019 e 2020. Na contraproposta da prefeitura – e o que foi acordado – a concessão desse aumento ficou para novembro de 2018 (não cumprido, segundo o Sindijana), novembro de 2019 e novembro de 2020.
Os funcionários também pedem que a administração regularize o pagamento salarial da categoria e efetuando-o até o 5º dia útil do mês subsequente ao que foi prestado o serviço. Neste mês, a administração pagou o salário de junho no dia 5 de julho, quinto dia útil. Contudo, não há garantia de que esse procedimento será permanente.
IMPASSE NA JORNADA DE TRABALHO DOS GARIS
Na pauta de reivindicações consta que a administração busque viabilizar a repassar equipamentos de proteção individual (EPIs) ao pessoal da limpeza. Os garis demonstram insatisfação diante da decisão da Secretaria de Obras da prefeitura em propor a mudança na jornada de trabalho do pessoal que varre as ruas.
O executivo quer que esses funcionários trabalhem 8 horas por dia cumprindo a jornada de 40 horas semanais, ou seja, de segunda-feira a sexta-feira. Os garis lutam para que a jornada de 36 horas semanais permaneça, através da qual eles prestam o serviço em 6 horas contínuas diariamente, mas de segunda-feira a sábado.
VITÓRIA DO SINDICATO: GARIS CONCURSADOS TOMARÃO POSSE
Apesar de que as reivindicações ainda não tenham sido atendidas, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba comemora uma importante conquista obtida para o funcionalismo diante da constante atuação da entidade classista.
A greve que se encontra em andamento já surtiu efeito. Publicado nesta semana o decreto do prefeito que homologa o concurso público realizado em 2016 para vagas em 13 funções, dentre elas para gari.
O resultado definitivo desse concurso foi divulgado entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017. Isso implica em dizer que os aprovados estavam há dois anos e meio aguardando pela homologação e, sendo assim, estarem aptos a tomarem posse. A validade de dois anos desse concurso, podendo ser prorrogada por uma vez em igual período, começa a contar a partir desta semana.
QUEM ESTÁ EM GREVE E O QUE ELES QUEREM
De maneira pacífica e com ações estrategicamente elaboradas, os servidores da Prefeitura de Janaúba darão sequência amanhã, quinta-feira, dia 11, às 15h, ao movimento por melhores condições de trabalho. Levantamento do Sindijana aponta que a paralisação atinge parte considerável do funcionalismo público.
Além dos garis e outros profissionais da limpeza pública, estão em greve os auxiliares de serviços gerais – isso implica em dizer que em algumas escolas a limpeza tem sido afetada e a mesma é realizada pelos diretores. Também aderiram à paralisação os funcionários que atuam como motorista, monitor de ônibus, engenheiro, dentre outros. A qualquer momento os professores poderão paralisar as atividades.
Mesmo com algumas conquistas já obtidas durante a greve, tais como a homologação do concurso público de 2016 e alteração no procedimento para a concessão de licença de saúde, o movimento de paralisação continua. Isso porque os servidores querem a solução quanto à carga horária de trabalho, fornecimento de EPIs, plano de cargos e salários, insalubridade, junta médica no mesmo local e o imediato aumento salarial de 5% que deveriam ter sido aplicados em novembro de 2018.

TRÁGICO ACIDENTE: CARRETA BITREM BATE EM CAMINHÃO NA ESTRADA DE SANTO ANTÔNIO DO RETIRO PARA MATO VERDE

Fotos rede social


  • EVALDO, FILHO DO EX-VEREADOR JOSÉ ARAÚJO, DE NOVA PORTEIRINHA, MORRE NESSE ACIDENTE 
  • DOIS RAPAZES QUE ESTAVAM NO CAMINHÃO E O MOTORISTA DA CARRETA FICARAM FERIDOS
Fotos rede social



MATO VERDE (por Oliveira Júnior) – Uma pessoa morreu e três ficaram feridas em acidente entre uma carreta bitrem e um caminhão na tarde desta quarta-feira, dia 10 de julho, na rodovia entre Santo Antônio do Retiro e Mato Verde, na região da Serra Geral, no Norte de Minas. Equipes do Samu e do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Janaúba seguiram para o local do acidente.
Informação preliminar aponta que a carreta bitrem estava carregada com pedras e colidiu no caminhão. Em consequência dessa batida, o motorista Evaldo Araújo, que estava no caminhão, morreu no local. Evaldo é filho do produtor rural e ex-vereador José Araújo de Souza, da Colonização III, município de Porteirinha.
Dois rapazes que estavam no caminhão ficaram feridos, sendo atendidos pelo Samu e depois encaminhados em estado grave para o pronto socorro do Hospital Regional na cidade de Janaúba. Um teve fratura no rosto e o outro com fratura nos membros inferiores.
O motorista da carreta ficou ferido e preso nas ferragens. Ele foi resgatado pelos bombeiros na noite desta quarta-feira. A causa do acidente não foi informada pelos bombeiros e pela Polícia Rodoviária.

BOMBEIROS RETIRAM VACA QUE FICOU PRESA NOS TRILHOS NUMA PONTE DA LINHA FÉRREA, EM CATUTI

Fotos rede social
Bombeiros de Janaúba no resgate de uma vaca presa na ponte da linha férrea, em Catuti, nesta quarta-feira, dia 10 de julho.

CATUTI (por Oliveira Júnior) – Um animal foi resgatado de uma ponte de ferro na região da Serra Geral, no Norte de Minas. Esse fato se deu nesta quarta-feira, dia 10 de julho, no município de Catuti. O resgate foi feito por uma equipe do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Janaúba após solicitação da Polícia Militar de Catuti.

Com peso de quase meia tonelada, vaca ficou presa na ponte. Os bombeiros usaram equipamentos para retirar o bovino e liberar a ferrovia no trecho entre Catuti e Monte Azul.

A vaca ficou presa nos trilhos da linha férrea em trecho de uma ponte. Diante disso, funcionário da VLI, empresa concessionária responsável pelo uso e manutenção da malha ferroviária, comunicou o fato à PM desta cidade. Os militares verificaram que a situação era de risco, uma vez que a ponte está numa altura considerável do rio da pedreira. Sendo assim, o resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros com uso de equipamentos apropriados para essas ocasiões.
Os bombeiros retiraram a vaca e a mesma foi entregue sem lesões ao proprietário, que é morador em Catuti.

RAPAZ FOI ENCONTRADO MORTO EM JANAÚBA COM MARCAS DE 3 TIROS NO CORPO

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Equipes do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba e da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Janaúba estão empenhadas na investigação de um homicídio ocorrido nesta quarta-feira, dia 10 de julho. O site do jornalista Oliveira Júnior obteve a informação de que na tarde de hoje foi encontrado o corpo de um rapaz na zona Sul da cidade.
A polícia informou que Vítor Gabriel Lopes de Jesus, 17 anos, estava sem vida e tinha as mãos amarradas com corda. Dados preliminares da perícia apontam que haviam três perfurações no corpo do rapaz provenientes de disparos de arma, possivelmente revólver.
O corpo foi encontrado num mato na margem da rua Madre Piedad, nas imediações dos bairros Isaías Pereira e Algodões, na cidade de Janaúba.

VÍDEO SOBRE A REPRESENTATIVIDADE E REALIZAÇÕES DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA

VÍDEO SOBRE A REPRESENTATIVIDADE E REALIZAÇÕES DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA
Vídeo sobre as realizações e representatividade do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, gestão do presidente José Aparecido Mendes.

34ª EXPÔJANAÚBA 2015 VÍDEO COM O RESUMO DO QUE ACONTECEU - 29 de maio a 7 de junho 2015

34ª EXPÔJANAÚBA: José Aparecido Mendes, presidente do Sindicato Rural de Janaúba

34ª EXPÔJANAÚBA: José Aparecido Mendes, presidente do Sindicato Rural de Janaúba
Pronunciamento de José Aparecido Mendes, presidente do Sindicato Rural de Janaúba, no encerramento da 34ª ExpôJanaúba, dia 7 de junho de 2015. Imagem do site do jornalista Oliveira Júnior

VÍDEO SOBRE A 33ª EXPÔJANAÚBA 2014

VÍDEO SOBRE A 33ª EXPÔJANAÚBA 2014
Vídeo referente à 33ª ExpôJanaúba realizada no período de 30 de maio a 8 de junho de 2014. Produção: Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba-MG.

34ª EXPÔJANAÚBA - Reportagem da InterTV Grande Minas/Globo

34ª EXPÔJANAÚBA - Reportagem da InterTV Grande Minas/Globo
InterTV Rural deste domingo, 24 de maio, aborda sobre a 34ª ExpôJanaúba, de 29 de maio a 7 de junho de 2015.

SINDICATO RURAL DE JANAÚBA COBRA APOIO DOS GOVERNOS

SINDICATO RURAL DE JANAÚBA COBRA APOIO DOS GOVERNOS
ZÉ APARECIDO PEDE AO SECRETÁRIO ESTADUAL PAULO GUEDES QUE SE EMPENHE JUNTO AOS GOVERNOS DE MINAS E FEDERAL PARA SOCORRER O NORTE DE MINAS, PRINCIPALMENTE À AGROPECUÁRIA

33ª EXPÔJANAÚBA 2014 - AGRADECIMENTO DE ZÉ APARECIDO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA

33ª EXPÔJANAÚBA 2014 - AGRADECIMENTO DE ZÉ APARECIDO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JANAÚBA
Produção da Assessoria de Imprensa e Marketing do Sindicato Rural de Janaúba. Montagem de Paulo Henrique Ribeiro. Áudio do Stúdio Fábrica do Áudio.

VÍDEO ENCERRAMENTO DA 33ª EXPÔJANAÚBA 2014

VÍDEO ENCERRAMENTO DA 33ª EXPÔJANAÚBA 2014
Pronunciamento de José Aparecido Mendes, presidente do Sindicato Rural de Janaúba, no término da 33ª ExpôJanaúba, no dia 8 de junho de 2014. Filmagem de OLiveira Júnior, Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba-MG

VÍDEO DA 32ª EXPÔJANAÚBA – de 30 de maio a 9 de junho de 2013

VÍDEO DA 32ª EXPÔJANAÚBA – de 30 de maio a 9 de junho de 2013
Acompanhe uma síntese do que aconteceu na 32ª ExpôJanaúba – Exposição Agropecuária Regional de Janaúba – ocorrida entre os dias 30 de maio e 9 de junho de 2013 numa realização do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba. Vídeo produzido pela Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba-MG.

VÍDEO DA 31ª EXPÔJANAÚBA 2012

VÍDEO DA 31ª EXPÔJANAÚBA 2012
Vídeo da 31ª ExpôJanaúba, realizada de 1º a 10 de junho de 2012. Produzido pela assessoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba.

33ª EXPÔJANAÚBA - SINDICATO RURAL DE JANAÚBA

33ª EXPÔJANAÚBA - SINDICATO RURAL DE JANAÚBA
33ª ExpôJanaúba, realização da diretoria 2013-2015, presidente José Aparecido Mendes Santos

VÍDEO DA 34ª EXPÔJANAÚBA 2015 - Realização do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba

EM DEFESA DA ÁGUA - dupla Kaio Marques e Nataly

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 POLÍCIA MILITAR

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 POLÍCIA MILITAR
Desfile cívico realizado em Janaúba-MG com a participação do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba, dia 7 de setembro de 2013, na avenida do Comércio.

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 CORPO DE BOMBEIROS

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 CORPO DE BOMBEIROS
Desfile cívico realizado em Janaúba-MG com a participação do 6º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Janaúba, dia 7 de setembro de 2013, na avenida do Comércio.

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 GUARDA MIRIM VETERANOS

DESFILE CÍVICO JANAÚBA 2013 GUARDA MIRIM VETERANOS
Desfile cívico realizado em Janaúba-MG com a participação dos veteranos da Guarda Mirim de Janaúba, dia 7 de setembro de 2013, na avenida do Comércio.

FANFARRA DA ESCOLA ESTADUAL RÔMULO SALES AZEVEDO DESFILE 2014

FANFARRA DA ESCOLA ESTADUAL RÔMULO SALES AZEVEDO DESFILE 2014
Apresentação da fanfarra da Escola Estadual Rômulo Sales de Azevedo, de Janaúba, no desfile cívico de 7 de setembro de 2014. Imagem do site do jornalista Oliveira Júnior.

34ª EXPÔJANAÚBA 2015: Huarrisson Antunes, o Bionicão, encerramento

34ª EXPÔJANAÚBA 2015: Huarrisson Antunes, o Bionicão, encerramento
34ª ExpôJanaúba: pronunciamento do vice-presidente do Sindicato Rural de Janaúba, Huarrisson Antunes Cangussu, o Bionicão, dia 07 de junho de 2015. Imagem do site do jornalista Oliveira Júnior

34ª EXPÔJANAÚBA 2015 Dimas Rodrigues, superintendente da Codevasf, encerramento.

34ª EXPÔJANAÚBA 2015 Dimas Rodrigues, superintendente da Codevasf, encerramento.
Encerramento da 34ª ExpôJanaúba. pronunciamento do superintendente da Codevasf em Minas, Dimas Rodrigues. Imagem do site do jornalista Oliveira Júnior

ELEIÇÃO 2016: PMDB E PT DEVEM FICAR JUNTOS NA ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE JANAÚBA

ELEIÇÃO 2016: PMDB E PT DEVEM FICAR JUNTOS NA ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE JANAÚBA
Os ex-prefeitos José Benedito, do PT, e Dimas Rodrigues, do PMDB, e o deputado e secretário estadual Paulo Guedes, do PT.